Guia completo para saborear as cachaças do litoral do PR

Chega o final de semana e você pensa em uma atividade inédita para fazer. Que tal aliar história, gastronomia tradicional e belezas naturais. Pois é essa oportunidade que espera os amantes da boa vida no litoral do Paraná. Em uma área de pouco mais de 50 km na região de Morretes encontram-se restaurantes, alambiques de cachaça de nível internacional e casas culturais que fazem o final de semana ser inesquecível.

A produção de cachaça no litoral do Paraná já se tornou um atrativo turístico e muitas pessoas vão até a região para provar a bebida e visitar os alambiques e engenhos no qual são produzidas. A cana-de-açúcar é um dos principais produtos agrícolas plantados no litoral e por isso a produção ganha tanto destaque. Na cidade de Morretes, região considerada polo produtivo do Brasil, a safra acontece nos meses de junho e dezembro e uma tonelada de cana gera cerca de cem litros de cachaça.

O Estado do Paraná está entre os dez maiores produtores de cachaça do país, com produtos fabricados artesanalmente. Acredita-se que o solo e as condições climáticas permitem a criação de um produto de tamanha qualidade. A cachaça produzida no litoral do estado ganhou fama internacional e é exportada para países como Estados Unidos e Canadá. Conheça alguns alambiques e engenhos famosos da região:

Engenho da Serra

engenho-da-serra_morretes_litoralpravoce%cc%82-2

engenho-da-serra_morretes_litoralpravoce%cc%82

Um dos mais famosos e antigos da região, o Engenho da Serra fica da região do Marumbi e foi construído a cerca de 100 anos pela família italiana Gnatta. A produção de cachaça chega a 10 mil litros por ano e tudo é feito sem o uso de eletricidade. O engenho, que passou por várias gerações, funciona a partir de rodas d’água, e além de fabricar cachaça, oferece almoço nos finais de semana e feriados. O espaço ainda possui um campo de futebol, uma Igreja e a casa habitada pela família dona do engenho.

Localização: o engenho fica no prolongamento da Rua Marcos Maluceli. Há placas indicativas ao longo do caminho.

Porto Morretes

porto-morretes_morretes_litoralpravoce%cc%82-3porto-morretes_morretes_litoralpravoce%cc%82

Localizado próximo ao parque do Marumbi, o alambique Porto Morretes não possui tamanho fator histórico como o Engenho da Serra, mas o produto produzido possui tanta qualidade quanto. A cana é plantada sem agrotóxicos e produtos químicos, o que torna o sabor do produto bastante único. As cachaças são envelhecidas em barricas de carvalho, o que também garante melhores resultados. É possível visitar a fabrica que atende de segunda à sexta, das 8:30 às 11:30 e das 14:00 às 17:00 e nos sábados das 8:30 as 11:30. As visitas precisam ser agendadas.

Engenho São Pedro

engenho-sa%cc%83o-pedro_morretes_litoralpravoce%cc%82

Construído no início do século passado, o Engenho São Pedro fica localizado na Estrada do Anhaia, em Morretes. O local é reconhecido pela cachaça branca e amarela que são amadurecidas em barris de uma madeira típica da Mata Atlântica, a Araribá. Atualmente o espaço passou por restaurações que permitiram a produção de cachaça e rapadura (também fabricado no local) de melhor qualidade. O local é aberto para visitantes todos os dias das 8:30 às 16:30, no qual é possível acompanhar as etapas de produção. Nos sábados, os visitantes podem usufruir do forró pé-de-serra e degustar os produtos produzidos no engenho como caldo-de-cana, torresmo e sorvete de rapadura.

Localização: Estrada do Anhaia, km 7 Sítio Contenda

Dom Henrique

alambique-dom-henrique_morretes_litoralpravoce%cc%82-2alambique-dom-henrique_morretes_litoralpravoce%cc%82

Alambique localizado em Sambaqui (Morretes), produz cachaças para consumo imediato (branca-prata) e de Reserva Especial (amarela-ouro). O produto é fabricado de forma orgânica, sem a utilização de agrotóxicos, com adubação de vinhoto e colheita manual da cana. A cachaça é fermentada com leveduras naturais e destiladas em alambiques de cobre, que garantem ainda mais qualidade a bebida. A cachaça produzida no local é conhecida como Magia da Serra. As visitas precisam ser agendadas por telefone e o local fica aberto de segunda à sexta, das 7:30 às 17:00 e nos sábados das 7:30 às 12 horas.

Localização: o engenho se localiza na BR 277, km 24 Sambaqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s