5 dicas de pesca no Litoral do Paraná

5 dicas de pesca no Litoral do Paraná

É novato na pesca e não sabe por onde começar? Jefferson Cardoso, especialista em pesca no litoral, nos contou os principais passos para começar a se aventurar na atividade nas baías e praias do Paraná:

dsc_9458_a_u

  1. Conhecer a região em que se vai pescar

É muito importante, segundo Jefferson, conhecer o local que se vai pescar em todos os âmbitos: não só que tipos de peixes existirão na água e se a navegação será segura, mas também todo o entorno do local de pescaria, para se obter a melhor preparação possível. Se for um local com muitos insetos, é necessário um bom repelente; um local com muito sol demanda protetor solar com FPS mais forte… Além disso, é importante conhecer a infraestrutura de onde se deseja pescar – verificar se há locais para comer, se há atendimento médico pela região e, conforme os interesses de cada pescador, se há acomodações adequadas.

dsc_3093_a

  1. Ter em mente a lista dos melhores lugares do Litoral Paranaense para pescar

O litoral do Paraná é um trunfo para qualquer pescador! Os lugares e a variedade dos peixes são significativos. Em Morretes, por exemplo, no Rio Nhundiaquara, encontram-se jacundás, robalos, lambaris, bagres, saicangas… Já em Paranaguá, a llha das Palmas faz sucesso entre os pescadores. Lá se encontram pescada-amarela, garoupas, badejos, robalos, sernambiguaras, sargos, entre outros. Em Guaratuba, Jefferson nos conta que a Ilha do Itacolomi é muito apreciada pelos pescadores. O mar aberto, a pesca costeira, a extensão da costa e a ampla visão são alguns dos pontos que mais agradam por lá – além da alta incidência de cavalas, anchovas, galos, sargos, garoupas… Em Matinhos, a saída do Rio Matinhos é um ponto muito apreciado na pesca de robalos. A baía de Guaraqueçaba é outro ponto adorado pelos pescadores pela riqueza dos peixes habitantes: badejo, corvina, merluza…

dsc_3087_a

  1. Ter preparados os equipamentos necessários

Diferentes equipamentos são importantes para a pesca em cada local. Os aparatos também variam de acordo com as preferências de cada pescador. Para o litoral paranaense, Jefferson menciona que a carretilha, as varas de ação média e as linhas de 15 a 20 libras são os itens mais essenciais. Já as iscas variam muito de acordo com o local de pesca e o tipo de peixe que se deseja – ou seja, há inúmeras opções: iscas vivas, como o camarão branco, e iscas artificiais, como as articuladas, colheres, frogs e ratos, fundo, meia água…

dsc_9253_a_u

  1. Saber dos truques

Existem inúmeras dicas ótimas para uma boa pescaria. Aqui estão algumas delas:

  • Influência da lua: para quem vai pescar em mar aberto, os melhores dias são aqueles de lua-minguante, já que a maré estará pequena e não movimentará a isca agressivamente. Para quem pesca em rios, os melhores dias são os de lua cheia, devido a maré alta – momentos nos quais os peixes se dirigem para as beiradas dos rios.
  • Influência do tempo: em dias de calor, principalmente no verão, os peixes acomodam-se em lugares sombreados e profundos dos rios. Em dias de frio, o local preferido dos peixes é a parte do rio em que o sol incidiu por primeiro.
  • Influência do posicionamento: não é bom se acomodar nas curvas ou cantos do rio, visto que os pescadores ao lado provavelmente irão capturar seus peixes. Uma boa opção é ficar de frente para o centro do rio, local de passagem de todos os peixes.
  • Influência da profundidade: em lagos, o ideal é procurar pontos que sejam mais profundos. Nesses locais, a incidência de cardumes ou peixes maiores é mais alta.
  • Influência do ambiente: peixes são facilmente assustados por muitos barulhos e sombras passando pela água. O ideal é escolher algum local tranquilo, que permite a aproximação dos bichinhos. Evite, também, ficar de pé na beira do lago, já que os peixes podem perceber sua presença.

dsc_5501_a_u

  1. Aproveitar as paisagens além de pescar

Jefferson afirma que o mais importante na pescaria, na verdade, não é exatamente o ato de pescar – e sim aproveitar tudo que a pescaria no litoral paranaense traz! As paisagens, a exploração da fauna nas regiões, a variedade dos animais aquáticos, a belíssima visão dos mangues de nascente, a vista da Serra do Mar… todos os fatores se complementam para uma atividade de extremo aproveitamento. Não perca esse show da natureza 😉

Gostou das dicas? Pra quem quer praticar a pesca de forma completa e instruída, recomendamos fazer uma reserva na Jeffish Pesca Esportiva, que traz um atendimento especializado para os fãs da atividade: os praticantes podem escolher entre a pesca costeira e a pesca de robalo, com embarcações de alta qualidade e muitos conhecimentos compartilhados – o que resulta em experiências fantásticas. Para contatar o Jefferson e agendar sua pescaria, é só ligar no telefone (41) 3049-3496 ou no celular (41) 9700-8903. A Jeffish se localiza em Marina Porto Estaleiro, na Rua Newton de Souza, 47, Centro de Guaratuba (PR).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s